sábado, 6 de janeiro de 2018

Experiência da Pedra de Sal dos idosos mostra seca no sertão

Os longos períodos de estiagem no sertão nordestino e a fé característica de seu povo fizeram surgir experiências que se tornaram crenças populares. Através de uma delas, a sabedoria popular diz que é possível saber se o ano que se aproxima será chuvoso ou de seca. Lá, as 'Pedras de Sal" são usadas  na virada do ano novo como previsão do tempo.

As pessoas mais idosas cultivam os costumes que aprenderam com os avós. Todos os anos, na noite do dia 31 ao amanhecer do dia primeiro de um novo ano, a crença é usar, 12 pequenos montes de sal sobre o "batente" da janela, que simboliza os meses do ano.  O sal que escorrer água é porque ira chover, caso amanheça seco, sinaliza um mês sem chuva no sertão.

Para o ano de 2018, as experiência mostraram seca, entretanto, no quarto dia do ano já houve chuva mesmo que em pouca quantidade na maior parte do município coiteense. 
Nos primeiros dias do ano fez muito calor (Foto: Leitora do Blog)
Na comunidade de Queimada do Cedro região de Juazeirinho, Coité, a chuva da última quinta chegou a fazer uma boa quantidade de água nos tanques.