quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Mais uma audiência pública debate os pontos dos transportes alternativos em Coité

Pela segunda vez em menos de um mês, a Câmara de Vereadores de Coité debate em audoência pública os pontos de transporte altenativo da cidade.
Foto: Ascom/Câmara
A reunião desta quarta-feira (13/11), discutiu o Projeto de Lei de autoria do vereador Betão (PT). O autor do projeto disse que toda mudança causa incomodo, mas seria necessário para o melhoramento futuro da cidade, Betão defende que os taxis licenciados para a cidade ficariam na Rua João Benevides,  Praça do Mercado, Estação Rodoviária.

Foto: Ascom/Câmara
O vereador Nego Jai criticou Fabiana Almeida coordenadora da 26ª Ciretran, que segundo Jai teria dito na audiência anterior que 70% da bagunça do trânsito de Coité está no ponto de Salgadália. O líder da oposição concorda que há uma necessidade de mudança para melhor adequar os pontos dos transpotes, e defende que o ponto de Salgadális fique na Rua Manoel Ramos, na mesma do laboratório Invitro, pouco abaixo do local atual.


Com referência aos pontos de transportes alternativos, o projeto prevê:

Para Salgadália, Rua Argemiro Ramos;
Para Goiabeira, Rua Duque de Caxias;
Para Boavista, Laginha, Palmares e cidades atendidas pela Rodovia Conceição do Coité à Monte Santo, largo do Ginásio de Esportes;
Para Cabaceira, Patos e Casas Populares, na Praça Porcina Rosa de Araújo;
Para Caruarú, São João, Ipoeirinha, São Roque, Malhador, Almas e Riachão do Jacuípe, na Rua Maximino Madureira;
Para Lagoa do Meio, Aroeira e Gangorra, na Praça da Bíblia;
Para Juazeirinho e Onça na rua Castro Alves;
Bandiaçú, Tabuleiro e Amorosa, Rua Ivo Mascarenhas;

Para cidades atendidas pela rodovia Conceição do Coité a Salvador, via Serrinha, na frente e laterais do Mercado Municipal.